Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A' Cerca de Coimbra


Sexta-feira, 25.09.15

Coimbra e os ex-líbris

Acha-se a nossa Cidade intimamente ligada a esta temática. Muitos conimbricenses têm sido utentes de marcas de posse bibliográfica – lembrem-se, ao acaso, os nomes de Armando Cortesão, Camilo Pessanha, Eugénio de Castro, Fernandes Martins …; outros celebrizaram-se como colecionadores ilustrados – recordam-se os nomes do General Adolfo Ferreira de Loureiro, o primeiro português a colecionar ex-líbris e a reunir uma coleção, fabulosa para a época, de 15.000 peças, os de João Jardim Vilhena e Henrique de Campos Ferreira Lima, cujas coleções, depois de terem deslumbrado os visitantes da já referida Exposição de 1927, se encontram hoje, respetivamente, na Biblioteca Geral e na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; outros ainda são apontados como estudiosos investigadores de matérias ex-librísticas – e destes nem vale a pena salientar nomes tão numerosos eles são; outros, mais uma vez ainda, são considerados Artistas de ex-líbris – e é a eles que este Guia irá, mais adiante, fazer pormenorizada referência.
As duas exposições já realizadas em Coimbra por altura dos Encontros a que acima se aludiu (em 1979 e 1983) basearam-se fundamentalmente nas coleções Vilhena e Ferreira Lima. A presente baseia-se, na sua quase totalidade e exclusivamente, na coleção de um dos autores deste Guia (Rui Fernando Palhé da Silva)

Pereira, J.T.M. e Silva, R.F.P. 1988. Ex-librística Conimbricense. Guia da Exposição. Coimbra, Câmara Municipal de Coimbra. pg. X e XI

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 09:59


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031