Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A' Cerca de Coimbra


Terça-feira, 13.10.20

Coimbra: Coro D. Pedro de Cristo 1

Foi recentemente pulicado o livro Coro D. Pedro de Cristo. 50 anos: memórias e história(s). 1970-2020. Com estas três entradas – constituídas por textos e imagens ali publicadas – queremos homenagear um Coro que tem honrado a cidade de Coimbra e levado o seu nome por esse Mundo fora. Pelo meu lado, simplesmente: OBRIGADO.

Coro D. Pedro de Cristo, capa.jpgCoro D. Pedro de Cristo. 50 anos: memórias e história(s). 1970-2020, capa

No programa do seu 1.º concerto, realizado em 16 de maio de 1970, era referido.

O Coro D. Pedro de Cristo, para além da cultura dos seus componentes e convivência através do canto, propõe-se contribuir para a animação e renovação das liturgias, bem como para a difusão da arte musical para um público que geralmente não participa em espetáculos.

Tudo tinha começado quando o Doutor José Antunes, um dos elementos fundadores do Coro, em Março de 1970, ao ter conhecimento de que o Dr. Francisco Faria se encontrava desvinculado da direção artística do Coral de Letras da Universidade de Coimbra, procurei, de imediato, o bom e grande amigo de longa data. Encontrámo-nos, e em conversa muito franca e cordial, comunicou-me que muito ambicionava fundar um Coro. Dada tão peculiar coincidência de planos e até de objetivos entre ambos, sugeri então ao distinto maestro que poderia levar por diante o seu auspicioso projeto, criando e integrando um Coro do Centro de Estudos Teológicos, como prolongamento da cadeira de Liturgia, comprometendo-me, pela minha parte, a proporcionar condições favoráveis e sede própria. E foi assim que com um misto de bom entendimento e de júbilo, surgiu, em boa e ditosa hora, o grupo coral denominado (por feliz sugestão do Dr. Francisco Faria), Coro de D. Pedro de Cristo. Um nome, aliás, recebido com plena satisfação por todos os seus primeiros componentes, porquanto evocava e prestava merecida homenagem a um insigne e grande compositor português, dos finais do século XVI e princípios do século XVII, o Cónego Regrante D. Pedro de Cristo (1550-1618), verdadeiro "esplendor musical" do prestigiado Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra.

 

Concerto nos Claustros do Mosteiro de Santa Cruz.j

Concerto em 19.06.1970. Claustros do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra. Op. cit. Pg. 178

 Não admira, por isso que um bom grupo de jovens universitários, constituído por crentes e não crentes, assim como outros elementos fora da Universidade, tenham aderido, de imediato, ao Coro D. Pedro de Cristo, logo que surgiu como grupo, no meio académico, desejosos de levar a todos os recantos a boa arte musical, bem conscientes, como hoje, de que a difusão do belo não tem fronteiras.

Basílica de S. Pedro em Roma.jpg

Basílica de S. Pedro em Roma, 02.12.2010. Depois da participação na missa. Op. cit. pg. 256

Pereira, I.B., Pedro, I., Figueiredo G.T. Coordenadores. Coro D. Pedro de Cristo. 50 anos: memórias e história(s). 1970-2020. Coimbra, Coro D. Pedro de Cristo – Associação Cultural.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 12:38


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2021

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Posts mais comentados