Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A' Cerca de Coimbra


Segunda-feira, 04.04.16

Coimbra e as suas personalidades: Joaquim António de Aguiar

Grande estadista nacional, Joaquim António de Aguiar nasceu em Coimbra a 24 de Agosto de 1782, e morreu a 26 de Maio de 1874 … sendo o corpo trasladado para a terra natal.

Aquando da invasão napoleónica seguia, ainda, os estudos preparatórios, que abandonou para se alistar no Batalhão Académico … Acabada a guerra matriculou-se em leis na Universidade, doutorando-se em 1815. Habilitado para lecionar na Faculdade de Direito, viu preterida a sua pretensão por ter abraçado as ideias liberais. Admitido no Colégio de S. Pedro foi mandado sair, em 1823, quando se restabeleceu o regime absolutista. Abandonou o magistério e refugiou-se no Porto

… em 1826, e proclamado o governo de D. Pedro IV, regressou a Coimbra e foi nomeado Regente da Faculdade de Leis. Eleito deputado às Cortes pela província da Beira, ocupou o lugar na Câmara parlamentar em 13 de Março de 1828

… Naquele ano, D. Miguel regressou a Portugal, e dissolveu as Cortes. Aguiar teve de fugir e emigrou para Inglaterra, sendo banido da Universidade para sempre … alistou-se … sendo um dos chamados ‘7.500 bravos do Mindelo’.

Em 1833 foi nomeado Ministro do Reino e depois Ministro da Justiça … elaborou e mandou executar o célebre decreto de 30 de Maio de 1834, que extinguiu as Ordens Religiosas em Portugal, cujos bens foram incorporados na Fazenda Nacional

… Este decreto valeu-lhe a alcunha ‘Mata-Frades’. Reorganizou os Municípios. Foi Par do Reino em 1851 e, diversas vezes, deputado às Cortes pela Estremadura e Coimbra. Desempenhou, também, o cargo de Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, em 1859.

Por deliberação camarária … o monumento em sua honra, na Portagem … terminaram em 21 de Junho de 1913, com o assentamento da estátua. O projeto escultórico pertenceu ao escultor Costa Mota (tio) … A estátua em bronze simboliza o momento em que Joaquim António de Aguiar assina o decreto de extinção das Ordens Religiosas (8 conventos e 22 colégios em Coimbra).

 

Nunes, M. 2005. Estátuas de Coimbra. Coimbra, GAAC – Grupo de Arqueologia e Arte do Centro. Pg. 163 a 165

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 12:35


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031