Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A' Cerca de Coimbra


Terça-feira, 03.01.23

Coimbra: Escrita no Feminino no AHMC

O Arquivo Histórico Municipal de Coimbra prossegue na sua meritória tarefa de divulgar os documentos mais relevantes do património à sua guarda.

Hoje damos nota de uma publicação subordinada ao título Escrita no Feminino no qual é divulgado um documento autografado por D. Joana, princesa.

Santa_Joana,_Princesa_de_Portugal.jpg

Imagem acedido em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Joana,_Princesa_de_Portugal#/media/Ficheiro:Santa_Joana,_Princesa_de_Portugal.jpg

Na introdução da publicação pode se ler o texto que se transcreve.

As profissões femininas são geralmente entendidas como aquelas ligadas ao cuidado das crianças, ao sustento familiar, à limpeza e arrumação da casa.

A tecelagem, a confeção de roupas e dos alimentos são por isso as profissões mais comummente associadas ao género feminino ao longo dos séculos. A aprendizagem e exercício da escrita não lhe andam vulgarmente associadas.

Este ofício aparece ligado à religião cristã, para o estudo, oração e exercício da liturgia. É também associado ao registo de informação, para fins legais: fiscais/judiciais, diríamos hoje, sendo exercido pelos escrivães, oficiais régios e senhoriais, para administração de bens e património. Em ambas as situações os profissionais são homens.

Todavia, os séculos XV e XVI vão ser períodos de mudanças. Os homens saem para a guerra e é preciso continuar a assegurar a retaguarda. Pouco a pouco a necessidade de exercício de uma atividade vai obrigar também o género feminino a aprender a ler e a escrever.

Selecionámos alguns documentos do AHMC em que testemunhamos a escrita no feminino, quer sejam documentos elaborados pelas rainhas e princesas, quer sejam documentos onde nos surgem a assinar mulheres de outros estratos sociais.

 

AHMC. Escita no Feminino, 1.jpg

A transcrição paleográfica destes documentos pode ser consultada em: https://www.cm-coimbra.pt/wp-content/uploads/2009/12/coimbra.old_joomlatools-files_docman-files_Catalogo_da_Coleccao_do_AHMC_Cartas_Originais_dos_Infantes_1418-1485.pdf?fbclid=IwAR3hQec1UgCtm9jg6oWgvC_A3IUrH58XoxvsA7jJIVWCpvSnC7uOe4Nn-3Q

O documento referido integra a coleção das Cartas Originais dos Infantes.

Anverso do documento. Imagens6 COI.jpg

Anverso do documento

Verso do documento. Imagens6 COI (Textovertical )

Verso do documento.

Escrito em Lisboa e datado de 7 de novembro de 1471, está registado como PT/AHMC/COI/ nº 77 [1471]. Do mesmo, em  https://www.cm-coimbra.pt/wp content/uploads/, é feita a seguinte descrição.

Carta da infanta D. Joana, filha de D. Afonso V, aos juízes, vereadores, procurador, fidalgos, cavaleiros e povo da cidade de Coimbra informando da tomada das praças de Arzila e Tânger aos mouros, e da satisfação do rei e do príncipe D. João e recomendando também aos povos que fizessem preces e estivessem preparados para a guerra.

Suporte: papel, sem marca de água dimensão: 210 x 292 mm selo: selo de chapa com a divisa da infanta escrivão: a própria infante assinatura autógrafa: Infante remetente: por a infante destinatário: Aos juízes vereadores procuradores fidalgos e cavaleiros e escudeiros e povo da mui nobre e leal cidade de Coimbra Obs.: Tem restauro antigo com tiras de papel de cor azul, para reforço do suporte. Registado a tinta ferro-gálica escura, Nº 19.  Escrito por mão posterior: da Princesa Santa Joanna, filha de D Affonso V.

 Arquivo Histórico Municipal de Coimbra. Escrito no Feminino. Acedido a partir de:

https://drive.google.com/file/d/16gi85Zf_OL0-KADebqh9oxIcUteXe9L0/view?fbclid=IwAR1lmJZwZrWRE-dWKctyboBev5wgoX0Bal9_dsGY-PkfxdMI-FuFXrhpxtU,

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 12:19


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2024

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031