Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A' Cerca de Coimbra


Quarta-feira, 20.05.15

Coimbra, diocese sueva

Foi talvez o mesmo conservadorismo, aliado a uma certa passividade do metropolita da Lusitânia, que explica o facto de no III Concílio de Toledo não se ter restaurado a divisão provincial alterada pela obediência dos bispos de Coimbra, Viseu, Lamego e Idanha ao metropolita de Braga, em virtude da ocupação do território a norte do Mondego por parte dos Suevos.

A permanência da divisão provincial pode-se aproximar de uma relativa estabilidade também da rede de civitates, em grande parte porque estas eram geralmente sedes de episcopados. Mas aqui as alterações já se podem considerar mais significativas … referirei o caso de várias transferências de sedes diocesanas, como de Leão para Astorga no século V, de Meinedo para o Porto no século VI ou de Conimbriga para Emíno (Coimbra) no fim do mesmo século.

 

Mattoso, J. A época sueva e visigótica. In Mattoso, J. (Coordenador) 1997. História de Portugal. 1 Antes de Portugal, pg. 291 e 300.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 22:04


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930