Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A' Cerca de Coimbra



Sexta-feira, 16.04.21

Contributos para a toponímia da região de Coimbra

O Dr. Mário de Araújo Torres colocou mais uma pedra, a quinta pedra, no caminho que vem percorrendo na divulgação de obras sobre a história de Coimbra.

Caminho a todos os títulos louvável e muito meritório que passa pela reedição, acompanhada por comentários da sua responsabilidade, de obras há muito esgotadas. Redições por inteiramente custeadas.

Refiro-me, hoje, ao lançamento do livro Contributos para a toponímia da região de Coimbra.

F 1.jpg

Obra que Mário de Araújo Torres descreve da seguinte forma.

Prosseguindo a reedição de obras sobre a história da cidade de Coimbra e sua região, recolhem-se na presente coletânea um conjunto de textos relacionados com a toponímia conimbricense.

Trata-se de testos originariamente saídos em publicações periódica: os de José Leite de Vasconcelos e de Amadeu Ferraz de Carvalho na revista «O Instituto» em 1934, o de Vergílio Correia na revista «Biblos» em 1940, e o de Joaquim da Silveira na «Revista Lusitana» entre 1913 e 1941, tendo dos três primeiros sido extraídas separatas de reduzida tiragem, o que torna difícil o seu acesso à generalidade do público.

F 2.jpg

Apesar de esses textos partilharem diversificadas preocupações cientificas (arqueológicas, etnográficas, filológicas e etimológicas), em todos se recolhem importantes contributos para a toponímia de Coimbra e região.

Em complemento, reproduzem-se nas partes correspondentes à área do atual distrito de Coimbra, os dados constantes do «Numeramento do Reino de Portugal», ordenado por D. João III, em 1527, integrados nos registos das então designadas Comarcas da Estremadura e da Beira. Esse primeiro censo populacional feito em Portugal, documento fundamental para a história da demografia portuguesa, reveste-se de relevante interesse para o estudo da evolução da toponímia da região.

Pela minha parte fica um agradecimento público, o qual julgo partilhado por muitos outros conimbricenses.

Rodrigues Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 23:02


8 comentários

De Américo Oliveira a 31.10.2022 às 21:39

Boa noite. Tenho uma pista para chegar à "Rua do Vento". Soube muito recentemente que o Penedo da Saudade era chamado de "Pedra do Vento" até ao século XVIII. Será que a Rua do Vento passaria por ali?

De Rodrigues Costa a 01.11.2022 às 11:05

Com dia Américo Oliveira
À sua interrogação não sei responder e penso que será difícil, sem documentação que a comprove, ter uma resposta.
Vamos por partes. O topónimo “Rua do Vento”, a ter existido não ficaria nem dentro da muralha, nem no arrabalde, pois, estando o terreno bem estudado por diversos autores, nenhum o refere.
A hipótese que coloca, se está confirmada documentalmente, de o hoje chamado Penedo da Saudade, ter sido designado por “Pedra do Vento”, tem alguma plausibilidade.
Lembro que um pouco mais abaixo estava a Capela de S. Antoninho dos Porcos onde se realizava a feira dos mesmos, pois estavam impedidos de entrar na cidade. O resto seriam quintas que deviam ter caminhos de acesso.
Em ordem ao documento que refere, a ser um contrato de compra e venda de terrenos, há que lembrar que os escrivães escreviam o que lhes era dito. Melhor escreviam aquilo que entendiam que lhe era dito, sendo frequente haver corruptelas dos topónimos e, mesmo, topónimos pelo qual o contratante conhecia, mas que não eram de uso generalizado. Já li contratos em que o mesmo lugar tinha duas ou mais designações.
Sem que não ajudei, mas é o que poso dizer.
Rodrigues Costa

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2021

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930