Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A' Cerca de Coimbra



Quarta-feira, 03.02.16

Coimbra, recoveiros da Universidade

As viagens (dos recoveiros da Universidade) eram efetuadas nos tempos e prazos impostos pelos contratos.

Para Lisboa, segundo as obrigações assumidas em 1546, 1548 e 1556 haveria carreiras contínuas que duravam, entre a ida e a volta, de vinte e dois dias a um mês

… O recoveiro de Braga (Entre Douro e Minho), pelo contrato de 1549, faria também carreiras contínuas, presumivelmente, com duração de 15 dias … o número de viagens anuais … aparece regulamentado, de modo geral, entre quatro a seis. A primeira e a última destas viagens costumavam efetuar-se no começo e no fim das aulas. As restantes pelo Natal, Entrudo e Páscoa

… A chegada e os dias que antecediam a partida deviam ser assinalados pelo recoveiro. Uma bandeira ou outro sinal adequado devia ser posto em lugar público e corrente, «para mais azinha vir a notícia das pessoas que ouverem de mandar recado e poderem receber o fato e a fazenda».

Em Coimbra, segundo um contrato de 1575, deviam ainda ser colocados «escritos» na porta das Escolas e do Colégio das Artes.

Oliveira, A. 1971. A Vida Económica e Social de Coimbra de 1537 a 1640. Primeira Parte. Volume II. Coimbra, Universidade de Coimbra, pg. 43 a 46

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 09:56


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829