Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A' Cerca de Coimbra



Segunda-feira, 07.12.15

Coimbra, o edifício Chiado 1

Conforme a história oficial, divulgada pelos Grandes Armazéns do Chiado, em Abril de 1888, os irmãos Joaquim Nunes dos Santos e Abílio Nunes dos Santos … fundaram a firma Nunes dos Santos e Companhia … Tinha sede na travessa de S. Nicolau (n.º 12) em Lisboa e explorava o negócio da importação de rendas e bordados … Durante os anos de 1903-1904 a sociedade passa de grossita a retalhista … são inaugurados a 3 de Abril de 1905 os Grandes Armazéns do Chiado … Em 1906, instalavam-se duas filiais, no Porto e Coimbra.
… Em 1909, na rua Ferreira Borges (antiga Rua da Calçada) era, então vendido um edifício à sociedade Nunes dos Santos e Comp.ª composto por duas lojas, sobrelojas e três andares, com o objetivo de para aí ser transferida a agência dos Grandes Armazéns do Chiado, passando esta a ser uma sucursal com a dignidade e a variedade de produtos que a cidade merecia … Numa segunda-feira, dia 15 de Abril de 1910, inauguraram-se as novas instalações dos Grandes Armazéns do Chiado … em prédio amplo e elegante, que na Rua Ferreira Borges se destaca pela originalidade da sua frontaria, pela vastidão das montras e pela iluminação feérica de todo o estabelecimento … A fachada do edifício esteve iluminada em todos os andares … à noite o Edifício produz um efeito deslumbrante…
… O pedido de autorização do projeto … data de 3 de Junho de 1909.
O Autor assina … com as iniciais A.S. e o último nome Correia, que pressupomos ser Alberto de Sá Correia, técnico de engenharia (condutor de obras) da … Repartição de Obras Públicas da Câmara Municipal de Lisboa.
… Os motivos decorativos do projeto inicial eram estilisticamente geométricos mas com um certo movimento orgânico Arte Nova … o edifício foi feito em função da fachada, sendo a qualidade e originalidade superior á do interior … As estruturas metálicas foram executadas numa grande fundição alemã da bacia do Reno, a Hoerde, conforme se confirma através das inscrições.
… Nos finais dos anos quarenta as filiais terão iniciado a sua decadência, facto confirmado por uma expressão utilizada em Coimbra para caracterizar as peças de vestuário fora de moda, apelidados de “monos do Chiado”.
… no início de 1952, o Edifício Chiado de Coimbra é vendido a Santiago Alvarez Mendes … o objetivo da aquisição terá sido servir de armazém de tecidos … iniciou-se também uma fase de produção fabril de peças de vestuário … Tendo em vista a comercialização deste vestuário surgiu a necessidade de se designar a marca, e a empresa Sociedade Têxtil Santiago A.A. Mendes passou a chamar-se Santix.
Estes armazéns sofreram um grande incêndio no dia 13 de Abril de 1963 e os últimos dois pisos ficaram muito danificados … os bombeiros referiram que o edifício não tinha caído pela qualidade da construção e pelo facto da sua estrutura ser em ferro.
… Pelo valor de 16.000 contos é, então, vendido em 12 de Setembro de 1973 ao Banco Intercontinental Português … Em 1977, o Chiado passava para propriedade do Banco Pinto e Sotto Mayor.

Magalhães, R. 2010. Edifício Chiado. Uma das curiosidades de Coimbra. In Caminhos e Identidades da Modernidade. 1910. O Edifício Chiado em Coimbra. Actas. Coimbra, Câmara Municipal de Coimbra, pg. 179, 192, 197, 198, 207, 213, 215, 217

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 11:13



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031