Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A' Cerca de Coimbra



Quinta-feira, 03.09.15

Coimbra, local da corte de D. Teresa

D. Teresa tinha-se apossado, segundo todas as possibilidades em 1116, de uma parte do território da Galiza, e com certeza era senhora de Tui e Orense no ano de 1119, em que os bispos daquelas duas dioceses seguiam a sua corte e confirmavam em Coimbra as mercês que ela fazia aos seus súbditos de Portugal. … Na assembleia de Oviedo a infanta dos portugueses tinha de certo modo definido a sua situação política relativamente a D. Urraca: a independência completa de Portugal, a sua desmembração da monarquia não estava consumada.

Os escritores modernos … esqueceram-se de lhe fazer justiça como rainha ou regente de Portugal … Todavia, durante catorzes anos os atos da viúva do conde Henrique mostram bem a perseverança e destreza com que buscou desenvolver e realizar o pensamento de independência que ele lhe legara. Cedendo à força das circunstâncias, não duvidava de reconhecer, a supremacia da corte de Leão para obter a paz quando dela carecia. Associando-se habilmente aos bandos civis que despedaçavam a monarquia leonesa, ia criando no meio dela para si e os seus uma pátria. Apesar das invasões de cristãos e sarracenos e das devastações e males causados por uns e por outros nos territórios dos seus estados, estes cresceram em população, em riquezas e em forças militares.


Herculano, A.1987. História de Portugal. Vol. II. Lisboa, Circulo de Leitores, pg.57 e 79

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 22:22


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930