Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A' Cerca de Coimbra



Terça-feira, 20.10.15

Coimbra e a reforma administrativa de D. João III

Coimbra, no plano das reformas administrativo-judiciais de D. João III, surge como cabeça de comarca em 1533. A cidade e vinte vilas, pertencentes algumas delas ainda à província da Estremadura mas desmembradas da antiga correição do mesmo nome, passam a constituir a área do novo distrito. São limites extremos, se considerarmos Montemor-o-Velho como ponto de interceção de coordenadas, Buarcos e Arganil, em longitude; Vila Nova de Anços e Mira, no sentido da latitude.

A Estremadura, antes da reforma joanina, constituía uma só correição e nela estava incluída a cidade de Coimbra e o seu termo … em carta de 8 de Fevereiro de 1516, a Câmara coimbrã representou ao monarca que nesta data o corregedor estava na cidade havia um mês e não se sabia se pretendia ultrapassar o tempo do regimento. Acrescentou, também, não precisar do corregedor. A cidade estava bem provida de justiça com um juiz de fora, um alcaide e um meirinho “e o nos parece que he sobejo”.

Oliveira, A. 1971. A Vida Económica e Social de Coimbra de 1537 a 1640. Primeira Parte. Volume I. Coimbra, Universidade de Coimbra, pg. 7 a 9

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 09:46


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031