Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A' Cerca de Coimbra



Quinta-feira, 12.09.19

Coimbra: Arquivo Histórico Municipal de Coimbra, curiosidades 4

Receita e Despesa do Engenho de Sergipe (Brasil)

Um exemplo da nossa internacionalização é: um Livro de Receita e Despesa de um engenho de açúcar do Brasil, entre 1574-1578.

Receita e Despesa do Engenho de Sergipe capa 1 a.JReceita e Despesa do Engenho de Sergipe (Brasil), 1574-1578, manuscrito papel, encadernação com fragmento de pergaminho com notação musical. AHMC

Pela análise do conteúdo verifica tratar-se do registo das receitas e despesas que António da Serra, procurador dos herdeiros do Governador Geral do Brasil, Mem de Sá, falecido em 1572, enviam para tomar conta dos engenhos de açúcar, de Sergipe e Santana, nos Ilhéus, e fazer o levantamento dos bens do governador.

Receita e Despesa do Engenho de Sergipe fl. 6 a.JP

Receita e Despesa do Engenho de Sergipe (Brasil), 1574-1578, folha com anotação das despesas. AHMC fl. 6

O livro está transcrito e publicado já foi divulgado em Portugal e no Brasil. Existe sobre este engenho mais informação, no século seguinte, quando transita para o património da Companhia de Jesus, por doação da filha de Mem de Sá. Há mais documentos sobre ele no conjunto da documentação dos Jesuítas no Arquivo Nacional da Torre do Tombo.

xxx

O documento não possui termo de abertura, ou encerramento que nos dê pistas sobre o seu autor.
… Nas folhas finais, 64 e 64v encontra-se o traslado de um documento … dado em Lisboa a 9 de Dezembro de 1573, diz que os seus herdeiros [do 3.º Conde de Linhares] nomeiam António da Serra «pera feitorizar nossa fazenda» no Brasil.
… António da Serra «Cavaleiro fidalgo d’el-Rei» embarca para a colónia no ano seguinte.

xxx

Ruínas da casa grande do Engenho Pedras e capela.

Ruínas do Engenho Pedras. Foto: Silvio Oliveira.

Ruínas da casa grande do Engenho Pedras.jpg

Ruínas do Engenho Pedras

"Ruínas do Engenho Pedras - Maruim (SE) fica na zona rural de Maruim. É símbolo do apogeu da época canavieira, onde o açúcar era exportado para os principais centros da Europa. A casa grande teve como base o Palácio do Governo de Sergipe. Pedras foi o principal engenho em termos de escravos e tamanho de propriedade. Primeiramente era do proprietário Gonçalo Prado Rollemberg, hoje pertence a família Franco". (Fonte: Facebook/Tô No Mundo).

França, P. Documentos de Arquivos Privados no espólio do Arquivo Histórico Municipal de Coimbra. Sécs. XIV-XIX. Acedido em 2019.05.25, em
http://arquivoshistoricosprivados.pt/wp-content/uploads/2016/12/6-Paula-Franca.pdf

França, P.C.V. e Pereira, I.M.B. Um Livro do Brasil no Arquivo Histórico Municipal de Coimbra: Engenho de açúcar em Sergipe. (1574-1578). In: Revista Portuguesa de História. T. XXXIII (1999)

Ruínas do Engenho Pedras – Maruim. Acedido em 2019.05.27, em
https://sergipeemfotos.blogspot.com/2014/02/ruinas-do-engenho-pedras-maruim.html

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rodrigues Costa às 22:15


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930